Pokhara: paz, natureza e sossego no Nepal

por Flávio Mendes
Pokhara - Phewa Lake

Pokhara é daquelas cidades feitas para passar dias sem fazer nada. Foi isso o que eu fiz por lá. Aproveitei as 3 semanas que fiquei na cidade pra trabalhar e descansar, já que viajar também cansa. Também havia recém voltado de um trekking na região de Langtang. Eu adorei o Nepal mesmo com a desorganização que sua capital Kathmandu é. Eu já não tinha mais esperanças de achar um local mais calmo e menos poluído no Nepal.

Foi então que desembarquei em Pokhara, depois de quase 8 horas dentro de um ônibus que pulava mais que pipoca. Esse tempo todo apenas para percorrer uma distância de 200km. É, ao mesmo tempo que as coisas parecem ser perto, elas se tornam uma eternidade no Nepal.

Mas as coisas haviam de mudar. Cidade organizada, ruas com asfalto e sem aquela poeira e poluição no ar, Pokhara foi amor a primeira vista. Tudo isso com cara de cidade de interior, rodeada de montanhas e com o Monte Annapurna ali, bem do lado. Como se isso tudo já não bastasse, um lago de quase 5km de extensão que contorna parte da cidade.

Como chegar

Os ônibus saem da rua Kanti Path, que fica a alguns metros do bairro de Thamel em Kathmandu. O horário de partida é entre 07h00 e 07h30 e a viagem dura em média 8 horas. É possível comprar o ticket na hora ou no seu hotel. O ticket custa entre 600 e 900rs. Também existe um ônibus melhor usado por turistas que custa U$25.

Leia também: Bhaktapur, uma das antigas capitais do Nepal

Onde ficar

O melhor lugar para ficar é próximo ao Phewa Lake. É a região mais moderna da cidade, com bares, restaurantes e hotéis.


Reserve seu hotel com o melhor preço no Booking

   Veja todas as opções de hotéis em Pokhara


O que fazer em Pokhara

Annapurna Base Camp Trekking

Esse é o motivo que mais atrai turista pra Pokhara. Fazer o trekking que vai até o acampamento base do Monte Annapurna. O Monte Annapurna é a 10a maior montanha do mundo e seu trekking é um dos mais procurados do Nepal.

Monte Annapurna - Pokhara

Monte Annapurna visto do lago

Phewa Lake

Um lago bem calmo com quase 5km de extensão rodeia parte de Pokhara. É possível alugar um de seus barquinhos coloridos e remar por ele. Caiaques e pranchas de standup paddle também estão disponíveis.

Phewa Lake - Pokhara

Os barquinhos coloridos do Phewa Lake

Phewa Lake - Pokhara

As margens do Phewa Lake

Para os que preferem apenas relaxar, alguns bares ficam bem de frente pro Phewa Lake e oferecem happy hour diário. Também é possível conhecer Tal Barahi Temple, um templo que fica bem no meio do lago.

Peace Pagoda

Fica lá em cima do morro, ao lado do Phewa Lake. É possível vê-la de boa parte de Pokhara. Para chegar existem duas opções. Pegando um barquinho e atravessando até o outro lado do lago. Paga-se 400rs e um barqueiro te leva lá. Do outro lado do rio existe uma trilha que vai até lá em cima.

Bandeiras com orações - PokharaA outra maneira é ir de carro ou a pé até o outro lado do lago. Eu fui a pé, queria andar um pouco pela parte não turística de Pokhara. Existe uma hora que vai ter uma estrada de terra e pedras. Não existe sinalização, mas vou tentar indicar o lugar certo no mapa

Peace Pagoda - PokharaA subida dura uns 40 minutos. Na volta eu desci pelo outro lado e peguei um barquinho. A entrada na Peace Pagoda é grátis. Existem alguns hotéis lá em cima e é uma boa pegar uma noite por lá. Ver o sol nascer la de cima com vista do Annapurna deve ser bem legal.

Sarangkot

É uma pequena montanha que fica do outro lado de Pokhara. É o melhor lugar para ver o sol nascer na cidade. Mas para isso é preciso madrugar. É preciso combinar com um taxi para te pegar umas 05h00 no hotel.

Sarangkot

Fazendas pelo caminho

Eu não fiz isso, mas subi por conta própria, a pé mesmo, só que de tarde. O ruim de ir esse horário é que provavelmente vai estar nublado. A melhor hora para ver o Annapurna é bem cedo. O tempo costuma fechar depois das 14h00 em algumas partes do Nepal.

Sarangkot

Vista lá do alto e Pokhara lá no fundo

Sarangkot

Olhando no sentindo oposto à Pokhara, deveria ver o Monte Annapurna, mas só nuvens

A trilha parece ser uma antiga estrada de terra e pedra abandonada. Passa pelo meio de fazendas e é necessário andar cerca de 6km em declive. Demorei 2h30 para chegar até o topo, mas valeu a pena. O cenário e a vista são muito bonitos pelo caminho e lá de cima.

Outros lugares para conhecer

Eu ainda conheci a Davis Falls, uma pequena cachoeira que ficava no caminho quando fui até a Peace Pagoda e sinceramente, não perca seu tempo. É bem sem graça. Também existe uma caverna chamada Gupteshwor Mahadev Cave que não conheci e fica bem de frente pra Davis Falls.


Gostou do post? Então deixa seu comentário aí embaixo!!


Contrate seu passeio no Nepal


Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Estamos viajando pelo mundo desde 2015 e mostrando tudo para vocês aqui no Viaje Leve. Quer conhecer o mundo de uma forma diferente? Vem com a gente que te mostramos!

Sobre o Blog

Brasil

ViajeLeve.net © 2015 – 2023. Todos os direitos reservados.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x