Angkor Wat: Como Visitar o Complexo Khmer

por Flávio Mendes
Templo Banteay Kdei no Camboja

Angkor Wat é o maior complexo religioso do mundo, abrangendo uma área de mais de 400 km². São centenas de templos conectados por estradas em meio a mata que dominou parte da região. Além disso, há diversos portões, esculturas, lagos e muito mais atrações interessantes para explorar.  

Neste post detalhamos nosso roteiro com dicas de planejamento para você aproveitar melhor seus dias de visita na região. Você vai conhecer e se impressionar com a riqueza de detalhes encontrados por lá. Foi um dos lugares mais incríveis que já visitamos no mundo, com uma energia muito grande. Temos certeza que você também vai adorar!

Sabia que o Seguro Viagem é super importante na viagem para a Ásia?

O continente asiático é o responsável pelo maior número de viajantes com intoxicação alimentar e insolação. A gastronomia é muito diferente da nossa, feita com temperos fortes, a higiene não é tão levada a sério e o calor é excessivo. Por isso, indicamos o nosso parceiro Seguros Promo que é um comparador de seguro viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação, conheça excelentes seguros para a sua viagem e ainda ganhe 15% de desconto usando o código VIAJELEVE15.

QUERO UM ORÇAMENTO

Neste post você vai ver: 

História do Angkor Wat

Angkor Wat foi a sede do Império Khmer que reinou entre os séculos IX e XV. Esse império era tão grande que ocupava áreas no Camboja, Myanmar e Laos. Sendo assim, os Khmers construíram diversos templos rodeados de rios e canais artificiais, pois traziam águas para consumo da população.

Com o passar dos anos a cidade se tornou um importante centro comercial e uma das maiores cidades do mundo. No entanto, a partir do século XIII as disputas pela monarquia sem um definido sistema sucessório originou a ruína do povo Khmer. Junto a isso, a cidade recebia ataques de outros impérios que formaram a atual Tailândia e Vietnã, o que ajudou a agravar ainda mais a situação.

O solo sem nutrientes e a falta dos recursos hídricos também foram fatores que fizeram o grande Império Khmer desaparecer. Com o fim da civilização Khmer, a população abondonou os templos e a selva cobriu tudo, até que o explorador Henri Mouhot, descobriu a região quando a França dominava o Camboja.

Depois disso ainda houve uma grande degradação da região como um todo, que incluiu o complexo de Angkor Wat, por causa dos conflitos no Khmer Vermelho, nos anos 70. Com a retomada da república e fim das batalhas, o país se reestruturou e desde 1992 Angkor é Patrimônio Mundial da UNESCO e recebe turistas de todo o mundo. 

Como chegar em Angkor Wat

Passeio de Bicicleta em Angkor Wat
Passeio de Bicicleta em Angkor Wat

O complexo de Angkor Wat fica 5,5 km ao norte da cidade de Siem Reap no Camboja. Sendo assim, para chegar nele, você precisa chegar primeiro em Siem Reap. Existem voos de diversas partes do mundo com chegada na cidade, pelo Aeroporto Internacional de Siem Reap (REP). Ao desembarcar indicamos pegar traslado privado ou compartilhado, mas você deve ser reservado com antecedência.

Há também rotas terrestres para chegar em Siem Reap, partindo da Tailândia e do Vietnã. Você conseguirá ônibus e vans que fazem o trajeto entre os países vizinhos, assim como entre Siem Reap e Phnom Penh, a capital do Camboja. Se busca uma opção mais confortável, considere contratar um traslado particular ou quem sabe alugar um carro e retirar em algum aeroporto que desembarcar pelo sudeste asiárico, por exemplo.

Depois de chegar à cidade, você deverá escolher como irá ao sítio arqueológico de Angkor e como irá se locomover por lá, já que existem diversas opções. Você poderá fazer tudo por conta própria ou fazer um passeio que será mais confortável e prazeroso. Continue a leitura e descubra as melhores formas de conhecer Angkor Wat.

Como se locomover pelo complexo de Angkor Wat

Angkor fica a poucos quilômetros do centro de Siem Reap e pode ser alcançado de diversas formas. As principais formas de chegar e se locomover na região do sítio arqueológico são de tuk tuk, bicicleta, moto elétrica, Jeep e carro particular. Infelizmente não há transporte público do centro de Siem Reap até os templos e mesmo assim, a região é muito grande para andar de um ponto a outro.

No primeiro dia nós optamos por conhecer Angkor Wat de bicicleta, pois é possível alugar uma bike por US$3 por 24h. Lembrando que o complexo de Angkor fica a cerca de 6 km do centro de Siem Reap e além de pedalar para ir e voltar, você vai pedalar muito mais dentro do complexo. 

Nós, por exemplo, pedalamos mais de 30 km neste dia, desde às 8h até às 18h. Os templos ficam distantes uns dos outros, são conectados por estradas e o calor e a poeira vão ser seus piores inimigos, mas praticar uma pedalada é muito satisfatório.

Nos outros dois dias optamos por alugar uma scooter automática que custa a partir de US$10 por dia. Para comprar gasolina você deve ir até um dos pontos na beira das estradas e comprar as garrafas. Caso alugue uma moto, tenha cuidado com o trânsito de Siem Reap, pois é muito agitado, as pessoas não buzinam, andam devagar, mas se respeitam. 

Outra forma de conhecer os templos é contratando os serviços de um tuk tuk. A partir de U$15 você consegue contratar os serviços diretamente na cidade. Mas fique atento e negocie bem para não cair em golpes e converse com a pessoa para que ela te leve para todos os templos que desejar ou para seguir um roteiro.

Passeios no Angkor Wat

Nascer do sol no Angkor Wat
Nascer do sol no Angkor Wat

Para visitar o complexo de Angkor você pode alugar uma bicicleta, como fizemos, ou uma moto elétrica e ir por conta própria. No entanto, se tratando da grandiosidade do complexo e que fazer o roteiro por conta própria pode levar mais tempo, por isso recomendamos que faça um passeio guiado.

Ainda mais, se tiver poucos dias para conhecer a cidade e quiser mais agilidade, conforto e obter mais informações através de um guia especializado. Uma das grandes vantagens de fazer um passeio guiado, é que o guia irá te levar aos principais pontos, sem que você perca tempo procurando onde fica cada local no mapa.

Além disso, você estará na companhia de uma pessoa que conhece a história, tradição e cultura do local, para te passar informações verdadeiras e precisas. Veja a seguir algumas opções de passeios no complexo de Angkor:

  • Nascer do sol em Angkor: Nada como ver o sol nascer e iluminar o templo mais importante do Camboja. Fizemos esse passeio e podemos recomendar de olhos fechados. 
  • Excursão por templos com pôr do sol: Veja o espetáculo do sol de pondo no complexo do Angkor Wat depois de um passeio pelos templos.
  • Tour de bike em grupo: Essa é uma das melhores formas de conhecer o sítio histórico de Angkor, pois é de bicicleta comum, guia e um pequeno grupo. 
  • Passeio com guia pela manhã: Neste passeio você verá o sol nascer e depois terá a oportunidade de tomar um café típico cambojano. Tudo isso no conforto de um tuk tuk. 
  • Passeio de 2 dias com guia: Que tal passar dois dias na companhia de um guia especializado que te busca e deixa no hotel e vai aos melhores pontos de Angkor?!

Templos de Angkor

Templo Bayon
Templo Bayon

Quando falamos sobre o complexo de Angkor, você deve ter em mente que há muitos templos e atrações para visitar entre seus 162,6 hectares. A antiga capital do Império Khmer é enorme e abriga lagos, portões, torres, muralhas e tantos outros pontos arquitetônicos, por isso indicamos que algum uma moto ou bicicleta, ou faça um passeio guiado que inclui transporte. 

Veja a seguir, um pouco de informações sobre alguns templos e monumentos :

  • Angkor Wat: Cartão postal do Camboja, este templo é considerado a maior edificação religiosa já construída. É também o templo mais bem conservado de todo o complexo. 
  • Bayon: Construído entre o século 12 e 13, está localizado no centro de Angkor Thom. É muito conhecido por suas torres com rostos de pedra.
  • Angkor Thom: Foi a última grande capital do Império Khmer e guarda muralhas com 8 metros de altura e diversos templos.
  • Ta Prohm: Conhecido pelo filme Tomb Raider, este templo chama atenção por estar entre raízes de árvores frondosas.  
  • Phnom Bakheng: Este templo tem características hindu e budista, foi construído no final do século 14 com estrutura de montanha e dedicação a Shiva.
  • Banteay Srei: Este é o único templo que foi construído a pedido de um brâmane (sacerdote), e não um rei, como era de costume na época.
  • Preah Khan: Construído no local em que aconteceu a vitória do rei Jayavarman VII e para homenagear seu pai.
  • Pre Rup: Tem forma de pirâmide com três camadas, estátuas de leões e cinco torres de lótus como o Angkor Wat.
  • Baphuon: Este templo tem o formato piramidal que representa a montanha sagrada mitológica Monte Meru com seus 5 cumes.

Ingressos para o Angkor Wat

Templo Ta Phrom
Templo Ta Phrom

Os ingressos do Angkor Wat são vendidos na Angkor Enterprise no endereço Street 60, Krong Siem Reap, Cambodia. Para comprar, você precisa tirar uma foto que será impressa no seu ingresso, ou seja, é pessoal e intransferível. Apesar disso, hoje em dia é possível comprar o ingresso online, o que facilita muito, pois o local de vendas não é tão próximo do centro de Siem Reap. Com o ingresso online, você também terá que enviar sua foto, mas poderá apresentá-la pelo celular.

Existem 3 os tipos de ingressos:

  • Acesso de 1 dia: custa US$ 37
  • Acesso de 3 dias: custa US$ 62 – deve ser utilizado em até uma semana
  • 7 dias de acesso: custa US$ 72 – deve ser utilizado em até um mês

Quando nós visitamos o complexo, fomos descobrir o ponto de venda da maneira mais difícil, já que tivemos que pedalar desde o centro de Siem Reap até a porta de Angkor Wat. Isso aconteceu porque o endereço havia mudado, então tivemos que voltar para comprá-lo no novo local e depois retornar para os templos de Angkor. Então, não perca tempo e compre o bilhete online aqui.

Você pode entrar e sair do complexo quantas vezes forem necessárias no mesmo dia. Isso porque o controle é feito através de uns buraquinhos que fazem no seu ingresso com o dia demarcado na parte de trás ou ao apresentar o bilhete digital pelo celular. 

Sendo assim, toda vez que você passar por alguma das entradas do complexo de Angkor Wat precisará apresentar seu ingresso físico ou digital. O mesmo deve ser feito assim que você entra em qualquer templo, por isso ande sempre com seu ingresso no bolso ou no celular, se for ingresso digital.

O que visitar além do Angkor Wat

Pub Street - O que fazer em Siem Reap no Camboja
Pub Street

Em Siem Reap você vai encontrar uma infinidade de atrações e atividades para passar mais dias na região. Você poderá fazer passeios ao ar livre fazendo arvorismo, tomando banho de rio e cachoeira, assim como, poderá conhecer mais sobre a história da região visitando museus e indo a shows culturais.

Entre as atividades ao ar livre, o Parque Nacional Phnom Kulen proporciona momentos de relaxamento entre as águas de rios e cachoeiras. Para um passeio cênico, o rio Tonle Sap e a vila de palafitas Kampong Phluk são incríveis. Já quem gosta de aventura, fazer Zip line e Ecoturismo ou até mesmo um belo passeio entre os campos de arroz com um quadriciclo, pode encher o seu dia.

Na hora de fazer um passeio histórico e cultural, o Psah Chas Old Market, o Artisans Angkor e os museus de Siem Reap, vão fazer você se transportar no tempo e conhecer a cultura, arte e culinária regional. Falando em arte, o Apsara Dance Show é um espetáculo cultural que vale a pena assistir, pois é encantador.

Para agitar sua noite, a Pub Street tem diversos bares e restaurantes que unem boa comida, drinks exóticos e muita música boa. Na região central, você também pode fazer boas compras nos mercados noturnos, provar comidas de rua e fazer uma massagem. 

Leia nosso artigo completo sobre o que fazer em Siem Reap, e descubra mais atividades e passeios pela região.

Hotéis perto do Angkor Wat, em Siem Reap

Como você já sabe, para conhecer o sítio arqueológico de Angkor e seus templos, é necessário que alugue algum transporte por conta própria ou reserve algum passeio. Então a melhor coisa é ficar num hotel em Siem Reap que seja na região central para conhecer as outras atrações e aproveitar a agitação na vida noturna local.

Veja nossas dicas de hotéis para uma boa estadia: 

  • Jaya House River Park: Este hotel boutique oferece todo o conforto e mimos que um hotel 5 estrelas pode oferecer. Nele você estará bem localizado, com ótimas opções culinárias, espaço de relaxamento e bem estar.
  • Bayon Modern Residence: Fantástico hotel 4 estrelas que recebe e acomoda os visitantes de todos os lugares do mundo. Sua estrutura é excelente, com comodidades completas e aconchegantes.
  • The Urban Hotel: A poucos metros dos melhores pontos da cidade, este hotel une boa localização com conforto e ótimo atendimento. Você estará muito bem acomodado neste hotel 4 estrelas em Siem Reap.
  • Onederz Siem Reap: Este hotel 3 estrelas é o mais reservado de Siem Reap, pois proporciona hospedagem com ótima relação custo benefício e tem diversas opções de quartos privados e compartilhados.
  • The Siem Reap Chilled Backpacker: Quem busca uma acomodação econômica, pode contar com este hostel que oferece uma ótima estrutura e preços baixos em quartos compartilhados ou privados.

Acesse a lista completa de hospedagem em Siem Reap e ache o hotel que combina com você!

Informações complementares e dicas de visitação

Templo Angkor Wat no Camboja
Templo Angkor Wat

Fazia tempo que não me impressionava com templos, mas Angkor tem uma atmosfera especial e algo que não sabemos explicar. Mas para desfrutar de tudo isso, é importante ficar ligado em algumas informações e dicas que deixamos a seguir. Você também poderá se programar melhor e aproveitar a região de forma mais intuitiva e prática.

Horário de funcionamento de Angkor Wat

Angkor Wat abre todos os dias, mas o horário de funcionamento muda de templo para templo.

  • Angkor Wat e Srah Srang abrem das 5h às 17h30
  • Phnom Bakheng e Pre Rup abrem das 7h às 19h
  • Todos os outros templos abrem das 7h30 às 17h30
  • Bilheteria Angkor Enterprise abre das 05h às 17h30

Melhores dias e horários para visitar os templos

Acabamos conhecendo o complexo de Angkor Wat em uma sexta, sábado e segunda-feira. No entanto, o pior dia foi no sábado, quando dezenas de excursões chegaram para visitar o Angkor Wat e a quantidade de pessoas dentro dos templos ficava ruim para fazer fotos e ver detalhes.

Sendo assim, recomendamos que você fuja dos finais de semana, se possível e encaixe sua visita aos templos de Angkor. Outra coisa que percebi é que entre 11h e 15h os templos lotam, ou seja, fica meio difícil tirar aquela foto sozinho, como mencionamos anteriormente.

Se engana quem acha que chegando assim que os templos abrem vai conseguir fugir do grande movimento de turistas, pois um dos grandes atrativos é ver o sol nascendo por trás do Angkor Wat. O momento é lindo e vale muito a pena, mas não espere ter espaço a vontade para sentar!

Outra boa dica é chegar no mesmo horário que os turistas chegam para ver o sol nascendo em Angkor Wat, porém para ter os outros templos só pra você. Isso porque a grande maioria das pessoas estará no Templo de Angkor, enquanto você estará em outro. Mas só faça isso depois de ter dedicado uma manhã para ver o sol nascendo de dentro de Angkor Wat.

O que levar na mochila para Angkor Wat

Como você vai passar um dia inteiro pelo complexo de Angkor, ou pelo menos metade do dia, leve algumas coisas na sua bolsa. Nós levamos uma mochila pequena com alguns itens que foram essenciais, veja alguns deles:

  • Água mineral
  • Protetor solar
  • Pequenos lanches
  • Câmera e acessórios
  • Documentos e dinheiro
  • Ingresso físico ou online

Onde comer e beber em Angkor Wat

Prato de comida típica do Camboja - Khmer Fish Amok
Prato de comida típica do Camboja – Khmer Fish Amok

Existem diversas barraquinhas montadas próximas aos templos que vendem água, refrigerante, lanches e refeições. Não estranhe se você ver os vendedores correndo em sua direção para tentar te vender frutas ou água, pois existe uma certa competição pelos clientes. 

Existem alguns restaurantes próximos ao Ta Phrom, mas são bem mais caros do que os restaurantes no centro de Siem Reap. Nós comemos em um deles e infelizmente não ficamos satisfeitos com o que foi servido, mas acreditamos que você pode ter uma experiência melhor.

Código de conduta do Angkor Wat

As regras dentro do complexo de Angkor Wat são levadas a sério e você deve segui-las. Existem guardas em todos os locais e vimos muita gente tomando bronca por subir onde não podia e tocar nas paredes, por exemplo. Nós acabamos não prestando atenção numa placa e levamos uma bronca por pisar num local indevido ao tirar uma foto.

Para entrar nos templos é necessário usar roupas que cubram os joelhos e ombros, por isso você deve ir bem vestido. As regras são mais exigentes com as mulheres que devem usar saias midi ou longa, calça e blusa com mangas ou até mesmo lenços e echarpes. Além disso, não é permitido fumar dentro dos templos e nem tirar fotos dos monges.

Seguro viagem para o Camboja

Sabemos que é importante contratar um bom seguro em todas as viagens, mas em uma viagem pelo sudeste da Ásia, é mais importante ainda. Isso porque a região é conhecida pela sua diversidade de comidas exóticas e o clima é quente, onde infecções e insolação são frequentes entre os turistas. 

Além disso, um seguro viagem cobre imprevistos como malas extraviadas e atrasos da viagem. Em todos os casos, é melhor prevenir do que remediar! Por isso recomendamos que tenha em mãos o seguro viagem para o Camboja e embarque com uma segurança extra para qualquer emergência.

Clique abaixo, conheça os planos e faça uma cotação com o nosso parceiro, Seguros Promos.

Passeios em Siem Reap

Com todas as dicas e informações sobre o Angkor Wat, é hora de comprar seu ingresso e programar sua viagem pelo Camboja. Sendo assim, queremos deixar mais algumas dicas de passeios pela região de Siem Reap para você se divertir e explorar o que há de melhor entre os pontos turísticos e passeios. Veja abaixo algumas opções, se programe e faça sua reserva!

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest
4 Comentários
Mais velhos
Mais novos Mais votados
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
lanai
lanai
1 ano atrás

Olá! Quantos dias você ficou em camboja? Achas que um mês é demais, 15 dias é o suficiente?

Obrigada!

Felipe
Felipe
1 ano atrás

Olá – vi que vocês alugaram uma scooter para visitar os templos do Angkor Wat, mas li em alguns lugares que isso não era permitido (só não ficou claro se era lei ou apenas uma regra inventada pelos motoristas de TukTuk pra não perderem clientes). Vocês chegaram a ter algum problema?

Andressa Silva
Admin
1 ano atrás
Responder para  Felipe

Oi Felipe, quando fomos não tivemos probelam algum. Nós alugamos bicicleta e também foi ótimo, o passeio foi super gostoso!
Abraços.

Estamos viajando pelo mundo desde 2015 e mostrando tudo para vocês aqui no Viaje Leve. Quer conhecer o mundo de uma forma diferente? Vem com a gente que te mostramos!

Sobre o Blog

Brasil

ViajeLeve.net © 2015 - 2024. Todos os direitos reservados.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

4
0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x