Visto para Turquia: O guia completo

por Flávio Mendes

O visto para Turquia é algo que traz dúvidas aos viajantes que planejam suas viagens por essas bandas. Isso porque existe muita informação errada e desatualizada na internet falando se brasileiros precisam de visto para visitar a Turquia ou não.

Dessa forma, criamos esse guia te mostrando em quais casos você vai precisar de visto para entrar na Turquia e o passo a passo de como fazê-los. Portanto, leia esse artigo até o fim e mate essa dúvida de uma vez por todas com a gente que mora na Turquia.

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para Europa?

Sem ele você pode ser proibido de entrar no país e o atendimento hospitalar pode sair bem caro na Europa. Você não quer viajar e ter uma dor de cabeça, né verdade!? O nosso parceiro Seguros Promo é um comparador de seguros viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação e conheça excelentes seguros para a sua viagem, ganhando 15% de desconto usando o código VIAJELEVE15.

QUERO UM ORÇAMENTO

Visto da Turquia: Quais são os 6 vistos para aplicar?

Istambul – Turquia

Abaixo listamos e explicamos quais são os 6 principais vistos para Turquia que é possível aplicar, seja para fazer turismo ou para morar no país.

  1. Visto de Turismo para Turquia
  2. Visto para Turquia – Residência
  3. Visto para Turquia por investimento
  4. Visto de Trabalho na Turquia
  5. Visto da Turquia para estudantes
  6. Visto de Casamento Turco

1 – Visto de Turismo para Turquia

A boa notícia é que brasileiros que pretendem viajar a negócios ou turismo não precisam de visto para Turquia. O acordo do Brasil com a Turquia permite que possamos ficar até 90 dias no país sem ter que aplicar para o visto. É só chegar no aeroporto que eles vão carimbar seu passaporte e te conceder o visto gratuitamente. No entanto, para isso ser válido, existem algumas regras.

Passaporte válido: Seu passaporte precisa estar válido por pelo menos 60 dias, além dos 90 dias que é permitido ficar no país sem a necessidade de um visto. Ou seja, você precisa ter um passaporte válido por pelo menos 150 dias (5 meses) a partir da data de entrada no país. E não importa se você vai ficar apenas uma semana ou um mês viajando, sempre vai contar como 90 dias + 60 dias. Independente do destino, sempre recomendamos viajar com o passaporte válido por pelo menos 6 meses.

Seguro Viagem: Não é um item obrigatório, mas muito recomendado para quem viaja pela Turquia. Apesar de ser um país seguro, o passado da Turquia guarda casos de ataques terroristas. Outro problema é o número de terremotos que acontecem, pois os tremores são diários. Mesmo não dando para sentir boa parte deles, existem casos de terremotos que devastaram algumas cidades do país. Veja como contratar seu seguro viagem para Europa.

Hospedagem: Comprovação de hotel ou carta convite é um item que pode ser exigido por qualquer imigração ao redor do mundo. Sempre recomendamos você viajar com pelo menos os primeiros hotéis reservados. Para isso, nossa recomendação é fazer suas reservas pelo Booking.

Passagem de volta: Uma passagem de volta para o Brasil ou de saída para outro país é item exigido antes mesmo de você sair do Brasil. Muitas companhias aéreas têm barrado passageiros que tentam viajar só com a passagem de ida. E isso não acontece apenas no Brasil.

2 – Visto para Turquia – Residência de curta e longa duração

Esse é o tipo de visto que aplicamos para poder morar no país por um período maior do que 90 dias. Ele é dividido em 2 tipos, o de curta duração (nosso caso) e o de longa duração.

Antes que você saiba como aplicar para esse tipo de visto, precisamos dizer que não é permitido trabalhar no país utilizando esse tipo de visto. No entanto, para quem é aposentado, tem uma renda no Brasil e não precisa trabalhar, é uma boa.

Agora, quem trabalha remotamente e online, como nós, também tem a opção de morar na Turquia com esse visto. Mas é possível trabalhar online mesmo que esse tipo de visto não permita trabalhar?

Bom, se sua intenção é trabalhar para clientes do Brasil ou de outros países e receber seus pagamentos fora da Turquia, sim, você não estará fazendo nada proibido. Contudo, você não pode receber pagamentos de cidadãos turcos e emitir notas fiscais. Isso se enquadra em trabalhar dentro da Turquia.

Visto de residência de curta duração

O visto de residência de curta duração tem validade de 1 ano, no entanto pode ser renovado anualmente. No ano passado a regra era que depois do primeiro ano, seria possível renovar a cada 2 anos, mas ela mudou e agora só dá para renovar de 1 em 1 ano. 

Desde que você respeite as regras, é possível renovar esse tipo de visto por até 7 anos consecutivos. A partir daí você se enquadra no visto de longa duração que vamos falar mais para frente.

Documentos necessários antes de aplicar o visto para Turquia de residência.

  • Passaporte válido por pelo menos 60 dias além da data que pretende ficar no país;
  • Cópia da primeira página do passaporte e do carimbo do visto de entrada no país;
  • 4 fotos biométricas para visto;
  • Comprovante de residência de 1 ano no país. Você deve ter o contrato de aluguel e fazer uma cópia autenticada em um cartório (Noter);
  • Comprovante de renda, que mostre que você consegue arcar com os custos durante um ano de estadia. Nós não mostramos porque vimos que eles não pedem, mas pode acontecer de pedirem;
  • Seguro saúde local com validade de 1 ano.

Com esses documentos reunidos, agora você tem tudo para acessar o site oficial do governo e preencher os dados necessários. Você vai ter que preencher um formulário extenso e imprimi-lo para levar no dia da entrevista.

Comece clicando no botão “I lodge an application for residence permit for the first time” e daí em diante siga preenchendo os campos.

No final, você vai selecionar a data que deseja ir a entrevista. Em Antália, onde moramos, nós só conseguimos para 1 mês da data que aplicamos. Será necessário pagar a taxa do visto, que custou 783,86 Liras Turcas. Para fazer esse pagamento você deve entrar no site do departamento de taxas da Turquia e fazer o pagamento online via cartão de crédito.

Para isso, após acessar o site, clique no quadrado que está escrito “Harç ve Değerli Kağıt Bedeli” e logo após em “Göç İdaresi İkamet Tezkeresi Harç Ödeme”. Em todo caso, vale sempre traduzir a página se você estiver usando o Google Chrome como navegador. Alguns sites turcos tem a versão em inglês, mas espere encontrar sites bugados.

Dicas a saber sobre o visto para Turquia de curta duração

  • Contrate seu seguro viagem com a data de início de pelo menos 1 mês do dia que está aplicando. Isso acontece porque seu visto virá com a data de validade do seu seguro viagem. Nós contratamos o seguro para começar a valer no dia que aplicamos para o visto e como nossa entrevista foi só 1 mês depois, perdemos 1 mês de visto nesse um ano de validade;
  • Brasileiros não pagam para entrar na Turquia como turistas. Nesse caso, no dia da entrevista, se tudo correr certo, você terá que pagar o retroativo desse visto que não pagou na entrada. Essa taxa custou 758,90 Liras Turcas quando fizemos;
  • No campo do formulário que pergunta o que você faz para se manter, preenchemos com “self sufficient” e não citamos nada mais;
  • A Turquia é antiquada em diversas áreas. Dessa forma, eles ainda utilizam SMS, gostam de ligar e dificultam a vida de quem não fala a língua. O governo costuma enviar mensagens de texto no celular com a atualização do seu visto;
  • Você pode acompanhar a situação do seu visto no site do governo. Vá no botão “I would like to see my application result”;
  • Se tudo correr certo, seu cartão de residência será entregue em seu endereço. Assim o prazo pode variar de 1 semana a 3 meses, dependendo de onde você aplicou. O nosso demorou menos de 1 semana para chegar.

Visto de residência de longa duração

O visto para Turquia de longa duração é o tipo de visto que você vai utilizar quando já morou na Turquia por 8 anos, renovando o visto sem interrupções durante esse tempo. A partir desse ponto, você está apto a aplicar para esse tipo de visto.

Abaixo está a lista de documentos necessários antes de aplicar o visto para Turquia de residência de longa duração:

  • Passaporte válido;
  • Cópia da primeira página do passaporte;
  • 4 fotos biométricas para visto;
  • Cópias das autorizações de residência anteriores;
  • Comprovante que não recebeu nenhuma ajuda do governo nos últimos 3 anos;
  • Comprovante de renda;
  • Registro criminal obtido na polícia;
  • Seguro de saúde.

Com esse tipo de visto não será necessário ficar renovando de ano em ano. Portanto, ele é uma opção para aposentados que pretendem morar em um país barato, seguro e com boa qualidade de vida sem precisar se preocupar com tantas burocracias.

3 – Visto para Turquia por investimento

Investir no país tem sido uma boa escolha, principalmente para americanos e europeus que têm a moeda forte. A Lira Turca desvalorizou muito nos últimos anos e muitos estrangeiros procuram o país para investir, por isso aproveitam o visto da Turquia para investimentos e moram no país.

Se sua intenção for investir na Turquia, o mais comum é através da aquisição de um imóvel. Mas para se enquadrar corretamente nesse tipo de visto é necessário respeitar algumas regras.

Há alguns anos, o investimento mínimo para se adequar a esse tipo de visto era de US$ 1.000.000 (1 milhão de dólares), mas com a depreciação da moeda turca, esse valor caiu para US$ 250.000.

Abaixo listamos os requisitos para conseguir o visto da Turquia por investimento:

  • Comprar uma casa, apartamento, terreno ou imóvel ainda em construção no valor mínimo de US$ 250.000;
  • Não vender esse imóvel nos primeiros 3 anos. Depois desse tempo você pode fazer o que quiser;
  • O imóvel deve ser comprado de um cidadão turco.

Documentos para o visto de investimento da Turquia

  • Passaporte válido mais a tradução dele autenticada;
  • Número fiscal feito na Turquia. Você consegue fazer o seu aqui (tax number); https://ivd.gib.gov.tr/
  • 4 fotos biométricas para visto;
  • O título da propriedade;
  • Laudo de avaliação;
  • Carta de aplicabilidade/elegibilidade;
  • Comprovante de pagamento do banco comprovando a compra de US$ 250,000 ou mais.

Os pré requisitos não param por aqui. O Conselho de Mercado de Capitais ainda solicita um Laudo de Avaliação Imobiliária que deve ser feito por empresas de avaliação imobiliária.

Este laudo de avaliação deve indicar o preço real e total do imóvel. Agora vale lembrar que o documento é válido por apenas 3 meses. Se o preço listado no relatório de avaliação for maior do que o valor real que você pagou durante a venda, seu visto poderá ser negado. 

O preço de venda deve ser igual ao preço listado pelo perito, não incluindo o imposto sobre valor agregado. O recibo da transferência bancária deve incluir uma descrição clara do propósito da transferência (cidadania por meio de propriedade, por exemplo) e ser certificado pela autoridade emissora, ou seja, o banco.

4 – Visto de trabalho na Turquia

Conseguir um trabalho na Turquia é outra forma de morar legalizado no país. Sendo assim, o visto para Turquia obtido através de trabalho pode ser feito de 2 formas: do Brasil ou dentro da Turquia.

Conseguindo o visto de trabalho turco estando na Turquia

Logo após chegar na Turquia, você deve conseguir uma autorização de residência válida para o visto de trabalho turco. Esse documento deve ser emitido nos primeiros 30 dias que estiver no país. 

Com ele em mãos, você deve fazer a solicitação online no site do Ministério do Trabalho e Segurança Social em Ancara. Sua empresa fará junto com você a inscrição com os documentos necessários. 

Esses documentos devem ser mostrados com até 6 dias após a inscrição. Eles serão analisados e você receberá uma resposta em até 30 dias. Lembrando que tudo isso é feito após você ter achado o trabalho ou ter recebido uma oferta de trabalho na Turquia.

Conseguindo o visto de trabalho turco estando fora da Turquia

Para quem deseja aplicar para o visto ainda estando no Brasil ou em qualquer outro país de residência, terá que ir até o consulado turco mais próximo. Assim, você deve levar seu passaporte, uma foto para visto e uma cópia de seu contrato de trabalho. 

Antes de aplicar para o visto de trabalho, você precisará preencher o formulário e levá-lo ao consulado junto com os outros documentos. Agora se estiver solicitando diretamente ao ministério, seu empregador tem 10 dias (6 dias se online) para fazer uma solicitação após você entrar em contato com o consulado. Sua inscrição será aprovada em até 30 dias.

Quais os benefícios e vantagens do visto de trabalho turco:

  • Conseguir aplicar para cidadania após 5 anos de trabalho;
  • Poder utilizar os hospitais turcos gratuitamente;
  • Receber pensão depois dos 60 anos de idade;
  • Seus filhos podem utilizar as escolas turcas de forma gratuita;
  • Poder sair e voltar do país livremente;

3 tipos de visto de trabalho na Turquia:

  • Permissão de trabalho definitiva: é o visto inicial, emitido por até 1 ano;
  • Autorização de trabalho definitiva: o visto pode ser renovado por 2 ou 3 anos. Após esse período, você consegue renovar por até 6 anos.
  • Autorização de trabalho por tempo indeterminado: morando por 8 anos consecutivos na Turquia ou trabalhando na mesma empresa por 6 anos consecutivos te dá o direito a esse tipo de visto.

5 – Visto da Turquia para estudantes

Estudar na Turquia é outra forma de conseguir o visto turco. Nesse sentido, as pessoas que queiram o visto para Turquia em relação a estudos, devem se encaixar numa das categorias:

  • Estudar em uma faculdade ou universidade turca;
  • Estudar a língua turca ou outra língua que se enquadre nesse tipo de visto;
  • Fazer intercâmbio na Turquia;
  • Intercâmbio na Turquia relacionado a AIESEC ou ERASMUS;
  • Fazer algum outro tipo de curso;
  • Dar aula na Turquia.

Será necessário uma carta de aceitação na universidade ou escola turca antes de aplicar para o visto. Para quem está indo para fazer intercâmbio, precisará aplicar para residência na Turquia pelo menos 30 dias antes de chegar no país.

Portanto, para fazer o visto de estudante você terá que mostrar praticamente todos os documentos que citei no visto de residência de curta duração. Da mesma forma seguirá o passo a passo anteriormente falado.

6 – Visto de casamento turco

Qualquer pessoa que queira aplicar para o visto de residência por matrimônio, deve estar casado há pelo menos 3 anos com cidadão turco. Desta forma, estar casado com um cidadão significa morar junto com ele e respeitar algumas regras.

Abaixo estão algumas regras à se seguir:

  • Você deve viver junto com o cônjuge;
  • Não representar uma ameaça para o país;
  • Não se envolver em atos que violem a união conjugal.

Algumas ocasiões em que o visto ainda é aplicável

  • Se o cônjuge falecer após você aplicar para o visto, o visto ainda continua válido;
  • Se o cônjuge tiver falecido, ainda assim é possível aplicar para o visto, desde que você tenha sido casado por pelo menos 3 anos;
  • Seu visto não é cancelado no caso de ter sido casado por 3 ou mais anos com cidadão turco e ter se divorciado.

Documentos para o visto de casamento na Turquia

  • Formulário de inscrição IVA-06;
  • Passaporte com cópia autenticada e traduzida para a língua turca;
  • 2 fotos biométricas para visto;
  • As certidões de nascimento do seu cônjuge e a sua;
  • No caso de já morar na Turquia, vai precisar mostrar a autorização de residência;
  • Documento que comprove que você mora junto com o cônjuge. Nesse caso, pode ser uma conta de luz, contrato de aluguel ou conta conjunta no banco;
  • Recibo de pagamento da taxa do visto.

Sempre traduzir e registrar em cartório todos os documentos que estiver em inglês. Vale confirmar se será necessário fazer o apostilamento desses documentos.

Se você estiver na Turquia, será necessário apresentar o requerimento no gabinete do governador (Valilik) da província em que estiver morando. No entanto, se você não morar na Turquia, deverá apresentar seu requerimento na missões estrangeiras por meio de procuração.

Quer saber mais sobre a Turquia? Assista nosso vídeo

Durante nossos dias em Istambul, gravamos muita coisa legal para nosso canal do Youtube. Assistindo a esse vídeo, você poderá ver mais sobre a cidade e suas principais atrações. Aproveite e se inscreva em nosso canal, pois postamos vídeo toda semana. Dessa forma, você receberá uma notificação sempre que a gente postar um vídeo novo.

Passeios na Turquia

Independente do tipo de visto que você fizer no país, não deixe seus dias passar em branco. Por isso, aproveite ao máximo para conhecer esse país que é tão rico em culturas e histórias. Abaixo estão os passeios da Get Your Guide, nossa parceira de confiança para compra de ingresso, passeios e excursões no mundo todo.

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest
58 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Baris
Baris
6 meses atrás

Boa tarde, tudo bem? Eu não falo inglês. Como fica a situação da entrevista para permanência de 1 ano? Como foi a sua entrevista? Eles pediram documentos de sua renda financeira? É uma coisa fácil de administrar ou é difícil? Eu posso agendar a entrevista em qualquer cidade? Qual a cidade que você fez o seu registro de solicitação? Eu desejo ficar 1 ano como turista, isto é possível? Há chances boas para isso? Na verdade, eu quero ficar 1 ano para aprender o idioma e a cultura do país. Por favor, responda cada uma das perguntas, eu agradeço profundamente… Read more »

Andressa Silva
Admin
6 meses atrás
Responder para  Baris

Oi Baris, tudo certo e com você? Para morar num país que não tem a mesma língua que você fala, você tem que falar a língua local ou pelo menos inglês para se comunicar com as pessoas e principalmente para fazer o visto. A nossa entrevista foi muito tranquila e não houveram muitas perguntas, no entanto foi essencial saber falar inglês porque nos foi requerido documento extra. Você tem que ter todos os documentos em mãos e aplicar num dos locais onde tem posto de imigração conforme consta no site da imigração turca. Quanto ao comprovante de renda, local que… Read more »

1 4 5 6

Estamos viajando pelo mundo desde 2015 e mostrando tudo para vocês aqui no Viaje Leve. Quer conhecer o mundo de uma forma diferente? Vem com a gente que te mostramos!

Sobre o Blog

Brasil

ViajeLeve.net © 2015 - 2024. Todos os direitos reservados.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

58
0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x