Plovdiv, Bulgária: Informações e Dicas de Viagem

por Andressa Silva

Confesso que antes de visitar Plovdiv, Bulgária, não tinha ouvido falar sobre e acredito que muita gente também está no mesmo barco. Porém, isso mudou quando estávamos organizando nosso roteiro de volta ao mundo e decidimos viajar por lá.

Descobrimos que era imprescindível viajar e conhecer toda a história que envolve Plovdiv. A cidade, no passado, já foi conquistada por povos romanos, gregos e otomanos. Também decidimos incluir a cidade por ela ter sido a Capital Europeia da Cultura em 2019 e principalmente por ser considerada a cidade mais antiga da Europa e do mundo.

Depois de conhecer toda a bela cidade em dias de caminhadas encantadoras, viemos relatar tudo que vimos, sentimos e provamos, para te ajudar a programar e fazer a sua viagem para a Bulgária.

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para Europa?

Sem ele você pode ser proibido de entrar no país e o atendimento hospitalar pode sair bem caro na Europa. Você não quer viajar e ter uma dor de cabeça, né verdade!? O nosso parceiro Seguros Promo é um comparador de seguros viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação e conheça excelentes seguros para a sua viagem, ganhando 15% de desconto usando o código VIAJELEVE15.

QUERO UM ORÇAMENTO

Veja abaixo todos os assuntos abordados neste post e clique abaixo para ser encaminhado ao que desejar.

Onde fica Plovdiv na Bulgária?

Banhada pelo rio Maritsa, um dos maiores rios da Bulgária, Plovdiv está localizada no centro-sul do país num distrito de mesmo nome. Em outras palavras, a cidade está a apenas 150 km de distância de Sófia e é a segunda maior cidade do país.

Quando ir para a Bulgária?

rua e casas típicas em plovdiv bulgária
Bairro Kapana

O clima de Plovdiv na Bulgária, segue as temperaturas do Sul da Europa com influência do Mar Mediterrâneo. Durante o verão você vai sentir os dias quentes e secos, mas durante o período de inverno, pode contar que faz bastante frio com neve e temperaturas negativas.

Pensando nos meses do verão europeu, que normalmente significam melhor época para visitar a Bulgária em geral, podemos falar que de abril a outubro o sol é garantido.

Sendo assim, abril, maio, outubro e setembro são agradáveis entre 15°C e 25°C que são os meses de antes e depois do verão. Já junho, julho e agosto são mais quentes com temperaturas médias acima dos 30°, ou seja, quando tem maior movimento de turistas e atividades na cidade.

Quantos dias ficar em Plovdiv?

Há quem diga que apenas um dia na cidade é suficiente, mas eu discordo completamente. Você deve passar pelo menos 2 dias em Plovdiv para conhecer e visitar as principais atrações com calma.

Sem falar que ela é uma das cidades com maior número de ruas exclusivas para pedestres na Europa. São ruas com quase 2 km de extensão, sendo um cenário ideal para longas caminhadas e para se perder pelo centro histórico.

Como chegar em Plovdiv, Bulgária

Não existem voos diretos do Brasil para a cidade nem para o país. Contudo, é possível pegar o voo partindo do Brasil para alguma cidade na Europa e de lá pegar uma escala para Sófia ou direto para Plovdiv na Bulgária.

Avião: Depois de chegar na Europa, é possível ir para a cidade pelo Aeroporto de Plovdiv (PDV) que fica a 11km de distância do centro. Ele é o aeroporto regional que serve como porta de entrada para a região centro-sul do país, que recebe companhias aéreas low cost e regulares.

Ônibus: Também é possível chegar lá de ônibus a partir de várias cidades da Europa. Recomendamos comprar sua passagem pelo 12Go, nosso parceiro aqui no blog que tem passagem de ônibus e outros transportes.

Para ir de Sófia para Plovdiv ou o caminho contrário é super fácil, já que existem opções de transportes fazendo a rota todos os dias numa viagem de 2h20. Também dá para ir de Varna para Plovdiv, a terceira maior cidade da Bulgária numa viagem de 5h30 de trem ou uma viagem com duração de 7h de ônibus. Já o ônibus de Burgas para Plovdiv tem partidas diárias e leva mais ou menos 3h40.

Excursão: Há quem não tenha muito tempo para viajar e prefira passar apenas um dia pela cidade. Dessa forma, é possível fazer uma excursão saindo de Sófia com guia por um dia inteiro.

Onde ficar em Plovdiv, Bulgária

As opções de hospedagem em Plovdiv são várias, mas como a cidade é relativamente pequena, não fica tão difícil decidir a região e onde ficar. Apesar disso, vamos deixar informações das regiões para ficar e dicas de hotéis.

Cidade Antiga

A cidade antiga é uma das melhores áreas para ficar porque está perto de tudo e tem aquele charme das casas antigas e históricas. Você vai estar dentro de uma das atrações da cidade.

Pensando nisso abaixo deixo algumas dicas de hotéis e pousadas na região.

Guest House Old Plovdiv: Um lugar que faz parte do cenário da cidade antiga e tem opções de dormitórios e quartos privados. Esta é uma opção econômica, pois tem dormitórios compartilhados.

Photo House: Guest house que parece que saiu de um livro de história, pois seus quartos parecem de um castelo. A localização também é ótima porque fica perto de algumas atrações da cidade.

HillHouse Plovdiv: Local com decoração moderna e de muito bom gosto localizado no centro da cidade. Sua nota é excepcional e as avaliações são muito positivas, mostrando toda a qualidade do local.

Distrito Criativo Kapana

Bairro Kapana
Bairro Kapana

A área do distrito criativo Kapana fica ao lado da cidade velha, mas tem uma pegada mais jovem e vida noturna ativa. Ficar hospedado por lá será sinônimo de estar no meio da arte e cultura local. 

Em geral, as acomodações têm valores um pouco mais baixos do que a cidade velha e você pode conferir algumas opções de hospedagem.

Pijama House: Hostel econômico que oferece um dos valores mais baratos da região. Quem deseja ficar em dormitório compartilhado, essa é uma boa opção para viajar de forma barata.

MouseHouse: Localizado numa rua calma, essa pousada é super legal e fica perto de várias atrações locais. Além disso, as comodidades são excelentes para você ter uma viagem tranquila.
Boutique Guest House Coco: Hotel três estrelas que está no coração da cidade e perto de tudo. Oferece excelente qualidade aos hóspedes, sendo uma das principais opções para ficar em Plovdiv.

Cidade Nova

A área nova que é chamada de Cidade Nova, é na verdade toda a região central e turística de Plovdiv, que também engloba as duas áreas mencionadas acima. Nós ficamos hospedados num apartamento localizado na parte norte da cidade, porém a apenas alguns minutos de caminhada. 

Aqui deixo mais opções de hospedagem que ficam na Cidade Nova

Guest House Yes For You: Está a apenas alguns passos da principal rua de pedestres da cidade. O local ainda oferece um restaurante, café e bar para maior comodidade dos hóspedes.

Sahat Tepe: Além de oferecer uma excelente estrutura, os quartos são confortáveis e grandes. Há opções com capacidade para amigos ou uma família de até 6 pessoas com conforto.

Plovdiv City Center Hotel: uma opção para quem busca mais sofisticação. Apesar de ser um hotel com 3 estrelas, apresenta estrutura, atendimento e conforto de excelência. Além disso, a localização é fantástica e perto de tudo.

O que fazer em Plovdiv, Bulgária

Para conhecer a cidade você pode simplesmente andar livremente que vai sentir a arte, cultura e história para qualquer lado que for. Contudo, você pode ir além e visitar os locais que indicamos para aproveitar melhor a sua visita.

Free Walking Tour

A primeira dica que queremos deixar para quem viaja a Plovdiv, é o free tour pela cidade. Este passeio é feito numa caminhada pela cidade onde o guia vai passando por algumas atrações e falando a história de cada ponto. 

O legal é que você não precisa pagar nada por isso, e ainda vai obter mais conhecimento sobre a história das atrações da cidade. Além disso, fazer o free tour é uma ótima opção para quem não tem muito tempo de viagem.

Antigo Anfiteatro Romano

Antigo-Teatro-de-Filipopolis
Anfiteatro Romano

Um dos teatros antigos mais intactos do mundo, você vai ter uma experiência única visitando este local que é usado há mais de 2 mil anos. Ele tem capacidade para até 7 mil pessoas e está na cidade velha, localizada em uma das colinas.

Quem visita a cidade no verão, pode aproveitar para ter a experiência indo a uma ópera ou peça de teatro que ainda acontecem por lá para então se sentir um morador local dos séculos passados.

Estádio Romano de Plovdiv

Estádio Romano
Estádio Romano

O estádio romano do século II podia abrigar até 30 mil pessoas em seus espetáculos. Hoje em dia é possível visitar apenas a parte dos assentos do estádio, chamado de “sfendona” e uma área de museu sobre o local.

No tour pelo estádio você vai poder conhecer a estrutura fantástica e viajar no tempo. Por isso não deixe de fazer o passeio e entrar nesta atração que é uma das mais importantes de Plovdiv.

Dzhumaya Mosque

Última mesquita da cidade, a Dzhumaya Mosque foi uma marca deixada pelos otomanos na arquitetura de Plovdiv. Entre e desfrute da linda e delicada decoração interna, mas não esqueça de apreciar a sua arquitetura feita com pedras, tijolos vermelhos e suas 9 cúpulas cobertas com chumbo.

Rua de Pedestre

Cheia de comércio e restaurantes, a rua de pedestre da cidade começa na praça central de frente ao Hotel Trimontium, ao correio central e ao jardim do Czar Simeon na rua Knyaz Aleksandar I.

Ela segue pelo estádio romano passando a ser Rayko Daskalov Str., passa pela mesquita Dzhumaya e continua até a ponte para pedestres coberta sobre o rio Maritsa. Se você estiver com tempo livre, recomendamos observar as casas que foram construídas no século XX.

Bairro Kapana (The Trap)

O bairro Kapana, que se traduzindo significa “A armadilha”, é uma área cheia de ruelas que fazem labirintos desde a rua principal de pedestres. Este é um lugar bem interessante para fazer compras, principalmente porque o local é considerado um centro de artesanato. 

Você pode fazer uma excursão a pé pelas artes e ofícios do Distrito Kapana. O tour passa pelas ruas com nomes temáticos como a Abadzhiyska (rua das roupas de lã), Zhelezarska (rua do ferro), Zlatarska (rua do ouro) e Kozhuharska (rua do couro), por exemplo.

Apesar de hoje em dia não ser possível ver os artesãos com a mão na massa, você vai encontrar o artesanato. São lojas com estilo moderno, galerias, ateliês e oficinas oferecendo o que a cidade tem de melhor

Vida noturna em Plovdiv

Área que atrai muitos turistas e jovens locais, o bairro Kapana, ou The Trap, é um dos bairros das indústrias criativas em Plovdiv. Além de muita street art e cor, você vai poder curtir a noite de Plovdiv. 

Recomendamos conhecer o que há de melhor entre os restaurantes, bares, clubes, pubs e cafés. Além disso, frequentemente acontecem atividades culturais, shows, festivais, exposições, apresentações teatrais e até eventos de temas políticos e sociais.

As 7 colinas de Plovdiv

Montanha Bunardzhika em Plovdiv Bulgária
Montanha Bunardzhika

Subir uma das montanhas e ver a cidade de cima foi uma das coisas mais legais que fizemos. Na verdade subimos duas colinas além das que estão na cidade velha e em cada uma, tivemos uma vista diferente da cidade. 

As sete colinas de Plovdiv para visitar são:

  1. Dzhendem Tepe tem 307 m e está localizada na parte sudoeste da cidade.
  2. Bunarzhik Tepe fica na parte central da cidade, sendo muito visitada por moradores locais. É também um dos melhores pontos para ver o pôr do sol.
  3. Sahat Tepe está localizada no centro de Plovdiv, a 210 m de altitude. É possível chegar nela numa curta caminhada partindo da rua principal de pedestres.
  4. Nebet Tepe é a primeira das 3 colinas da cidade velha de Plovdiv na Bulgária. Lá foi o local da cidade trácia de Evmolpia, uma das primeiras cidades do sudeste da Europa.
  5. Dzhambaz Tepe é a segunda das 3 colinas do centro histórico. Ela foi muito conhecida por seus penhascos íngremes onde antigamente acrobatas costumavam fazer as apresentações.
  6. Taksim Tepe é a terceira das 3 colinas que formam a cidade velha, localizada na parte sudoeste abrigando algumas das casas mais bonitas da cidade.
  7. Markovo Tepe foi a sétima colina da cidade, destruída no final do século XX, onde foi construído o Markovo Tepe Mall no local.

Museus de Plovdiv, Bulgária

Museu-Etinográfico-de-Plovdiv
Museu Etnográfico de Plovdiv

São inúmeros espaços que abrigam museus e galerias de artes na cidade. Os mais importantes são o Museu de Arqueologia, o Museu Etnográfico, o Museu de História e o Museu de História Natural.

Aproveite que está numa das cidades mais culturais do país para explorar essa parte dos museus. Você pode comprar os ingressos direto o local e fazer o seu passeio entre esses museus que citamos.

Provar vinho e rakia

O vinho da Bulgária não é muito conhecido internacionalmente, mas eles tem uma grande variedade. Podemos dizer que são de muito boa qualidade, pois tivemos a oportunidade de experimentar vários durante a nossa viagem.

Em Plovdiv você pode visitar algumas das 32 adegas da região ou fazer uma excursão às vinícolas. Aproveite para provar a bebida tradicional, a Rakia, facilmente encontrada em lojas de bebidas da região.

Provar a comida local

Comida-Tipicas-da-Bulgaria
Comidas típicas

Não deixe de aproveitar as maravilhas da comida na Bulgária. Na cidade você vai achar restaurantes de todos os tipos, mas não esqueça de aproveitar o que há de melhor da culinária local nos pratos típicos da Bulgária.

São pratos deliciosos e que foi uma surpresa para nós, pois não esperávamos que seria tão boa. Portanto, vá sem medo de experimentar a comida local e aproveite os diversos restaurantes da cidade.

Roteiros em Plovdiv, Bulgária

Quando fomos a Plovdiv ficamos 3 dias, mas poderíamos passar uma semana explorando suas ruas históricas facilmente. Como falamos no início desse post, dois dias inteiros são necessários para você conhecer a cidade e seus pontos turísticos principais, mas se você tiver mais dias por lá, melhor!

Abaixo deixamos o nosso roteiro com os detalhes de cada ponto turístico. Você pode fazer o mesmo ou escolher sua rota entre os pontos que passamos.

Roteiro de 1 dia em Plovdiv, Bulgária

Nosso apartamento ficava na parte norte da cidade, por isso começamos explorando a cidade pelo Rio Maritsa, um local que vale a pena ser visto para tirar umas fotos.

A Pedestrian Bridge Maritsa é uma ponte coberta sobre o rio Maritsa e uma espécie de mini shopping com lojas de roupas, cosméticos e acessórios, por exemplo. Partindo da ponte, seguimos pela rua de pedestre Rayko Daskalov fazendo uma breve parada em Shahbeddin Imarethane, uma mesquita construída em 1444.

Em seguida, fomos até o Chifte, um pequeno museu que já foi local para banhos turcos na era otomana. Dali, foi hora de subir a primeira colina da cidade velha, a Nebet Tepe, pela escadaria onde a cidade antiga foi fundada, com vestígios de 4000 a.C. 

Depois descemos e paramos no Museu Etnográfico Regional. Paramos para tirar uma foto do portão Hisar Kapia e do Museu de História e seguimos caminhando até chegar na Igreja Sv.Nedelya para conhecer. 

Seguimos as ruelas até chegar na Casa Lamartine e na Casa-Museu Klianty, duas casas históricas do estilo otomano. Nosso roteiro para a próxima parada, foi no Antigo Anfiteatro Romano de Philippopolis

Recomendamos fazer uma breve parada para um lanche ou uma bebida no único café de frente à entrada do teatro. Depois da pausa, passamos rapidamente na Igreja Ortodoxa Assunção da Virgem Santa e nas ruas de paralelepípedos até chegar no Antigo Estádio e na Mesquita Dzhumaya para fazer fotos.

Ao final da tarde a dica é andar pela rua de pedestres num ritmo lento. À noite saímos para conhecer os bares e restaurantes do bairro Kapana. Foi sensacional ver a cena cultural misturada com arte de rua e galerias, juntamente com o clima boêmio de Plovdiv.

Roteiro de 2 dias em Plovdiv, Bulgária

Se você tem mais dias na cidade, como recomendado, no primeiro dia você já conheceu e explorou alguns dos principais pontos da cidade. No segundo dia você vai aproveitar para ir mais fundo na história.

Nosso segundo dia começou com uma caminhada pelo Boulevard Maritza, atravessamos a ponte e seguimos para o Museu Arqueológico que fica pertinho da rua principal de pedestres. 

Em seguida gastamos bastante tempo explorando o comércio no centro da cidade e passamos mais uma vez pelo Antigo Estádio, aproveitando o tempo para visitar o museu do local.

Continuamos pela rua de pedestres para ir ao Centro Cultural TrakArt. Depois fomos visitar as ruínas do Fórum Romano e do Odeon de Philippopolis, dois monumentos arqueológicos incríveis.

Para dar uma descansada, paramos na Praça Stefan Stambolov, então aproveitamos para tomar um gelato e renovar as energias. Seguindo pela avenida ao lado do Parque Tsar Simeon, chegamos na colina Bunardzhika para ver o pôr do sol. 

Após descer a colina, percebemos que estávamos de frente a Sahat Tepe (Danov Hill) então subimos a colina. Segundo a história, acredita-se que lá no topo tinha um templo de Vênus, mas o que você vê hoje é uma Torre do Relógio construída em 1956.

Ao descer, saímos na rua Angel Bukureshtliev, que é uma escadaria onde está o letreiro ”Together” como símbolo da Capital Europeia da Cultura em 2019 e logo depois está a Estátua de Milio. Ele foi um morador local que andava por ali diariamente depois de ficar louco.

Passamos mais uma vez pelo bairro Kapana para ver as street arts, galerias e lojas de artesanato. E por último saímos à noite para jantar e tomar uma cerveja na Rua Vasil Levski, uma região que também fica bem agitada com bares e restaurantes.

Roteiro de 3 dias ou mais: Bate e volta a partir de Plovdiv, Bulgária

Para quem vai ficar mais dias em Plovdiv, na Bulgária, pode aproveitar para conhecer alguns pontos turísticos importantes que ficam perto da cidade. Abaixo vão algumas dicas de passeios e excursões para fazer em um dia.

Mosteiro Bachkovo: Importante mosteiro ortodoxo no sul da Bulgária, o Bachkovo está ao sul de Plovdiv, ficando apenas 4km de distância da Fortaleza de Asen. A melhor forma de conhecer é a partir de uma excursão de um dia.

Fortaleza de Asen: Fortaleza medieval que fica nas montanhas búlgaras de Rhodope, a 279 metros acima do nível do mar. A viagem para chegar lá dura aproximadamente 30 minutos, pois está numa distância de apenas 23 km.

Red Church: A Igreja Vermelha foi uma grande basílica romana do final do século V que está parcialmente preservada. Ela está localizada ao sudoeste da cidade, por isso você poderá chegar em apenas 30 minutos de carro.

Koprivshtitsa: Você pode fazer um passeio para Koprivshtitsa, partindo de Plovdiv, Bulgária. Numa excursão pela história e arquitetura da cidade, você vai conhecer sobre a independência do país.

Passeios em Plovdiv

Agora que você já sabe o que fazer em Plovdiv, Bulgária, é hora de fazer as suas reservas. Portanto deixamos abaixo os principais passeios oferecidos pelo Get Your Guide, nosso parceiro aqui do blog. 

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Ana Paula
2 anos atrás

Fomos em 2019 e ficamos apaixonados não só pela cidade, mas todo país!

Estamos viajando pelo mundo desde 2015 e mostrando tudo para vocês aqui no Viaje Leve. Quer conhecer o mundo de uma forma diferente? Vem com a gente que te mostramos!

Sobre o Blog

Brasil

ViajeLeve.net © 2015 - 2024. Todos os direitos reservados.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

2
0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x