O que fazer em Copenhague, Dinamarca

por Flávio Mendes

Canais, castelos, palácios, um dos parques de diversão mais antigos do mundo, são apenas alguns exemplos do que fazer em Copenhague . Neste post, você ainda vai saber como é a cervejaria Carlsberg, assim como a marca de brinquedos Lego.

Portanto, reserve pelo menos 3 dias para conhecer Copenhague  que é uma das cidades mais bonitas entre os países nórdicos. Você vai ver nossas dicas de viagem abaixo para poder fazer uma viagem bem planejada e completa.

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para Europa?

Sem ele você pode ser proibido de entrar no país e o atendimento hospitalar pode sair bem caro na Europa. Você não quer viajar e ter uma dor de cabeça, né verdade!? O nosso parceiro Seguros Promo é um comparador de seguros viagem que garante os melhores preços. Faça uma cotação e conheça excelentes seguros para a sua viagem, ganhando 15% de desconto usando o código VIAJELEVE15.

QUERO UM ORÇAMENTO

Mas antes de falar sobre o que fazer em Copenhague , queremos deixar a lista de assuntos abordados neste post. Dessa forma, você poderá clicar no link que deseja e ser encaminhado direto para o assunto.

Como chegar em Copenhague 

Existem diversas formas para chegar em Copenhague , seja por via terrestre ou aérea. No entanto, se você estiver viajando pelos países nórdicos, a viagem por terra será mais fácil e acessível. 

Nós, por exemplo, chegamos de ônibus vindo de Gotemburgo, na Suécia. Saindo de lá, nós também pegamos um ônibus, só que dessa vez, indo para Estocolmo. Contudo, se você quiser pegar avião, as cias aéreas locais dispõe de voos frequentes. Por outro lado, quem vem do Brasil não consegue voar, ou seja, vai ser necessário fazer uma conexão na europa.

Transfer: Ao chegar no aeroporto, você pode pegar o serviço de transfer que vai te deixar no hotel. Como falamos frequentemente, esta é a forma mais confortável para quem chega de viagem. 

Carro: Falando em fazer o caminho de carro, você pode alugar um carro online para retirar no aeroporto e fazer o trajeto para o centro. Outra opção é fazer a viagem entre países de carro, pois as estradas são muito boas e tranquilas de dirigir.

Ônibus: A estação rodoviária de Copenhague  é praticamente uma rua ao lado da estação de trem København H. É de lá ou do aeroporto que todos os ônibus chegam e partem da cidade. Nós sempre fazemos as reservas com antecedência na 12Go, pois são nossos parceiros aqui no blog e oferecem diversas rotas.

Onde ficar em Copenhague 

A região central de Copenhague  não é muito grande, por isso é relativamente fácil achar um bom lugar para ficar. Contudo é importante ficar atento a qualidade e serviços que o hotel oferece, ainda mais porque o país não é dos mais baratos.

Generator Copenhague : Nós ficamos hospedados neste hostel com estilo de hotel 3 estrelas, que possui unidades em diversos países como Itália, Holanda, Alemanha e Irlanda, por exemplo. Até hoje, foi o melhor hostel que ficamos, seja pela limpeza e conforto dos quartos ou pela decoração e serviço prestado.

Wakeup Copenhague : Localizado na mesma região do hostel que ficamos, este hotel é uma opção privada e mais simples. Os comentários de quem já se hospedou lá, falam que é uma ótima opção para quem busca boa relação custo-benefício.

Hotel Bethel: Outra opção para quem busca uma boa relação custo-benefício, este hotel tem 3 estrelas e boas recomendações. Ele também é uma boa opção para viagem em família, pois tem quartos conectados. 

Phoenix Copenhague : Essa já passa a ser uma opção com mais sofisticação, pois tem 4 estrelas. Claro que a localização é das melhores, pois fica perto das principais atrações da cidade. Além disso, os quartos confortáveis e suas áreas comuns contam com uma decoração de muito bom gosto.

Nimb Hotel: Um hotel ainda mais luxuoso e com 5 estrelas, este hotel fica no Tivoli Gardens num prédio em estilo mouro. Entre os itens, lareira, banheira vitoriana e camas com dossel são exemplos do que você vai encontrar por lá.

Veja todas as opções de hospedagem em Copenhague e faça sua reserva!

Restaurantes em Copenhague

Uma das melhores coisas quando viajamos é saborear a culinária local. E na Escandinávia não seria diferente, afinal estamos falando de uma região com cultura de sabores completamente diferentes do nosso. 

Para começar, deixamos algumas sugestões para você experimentar, como o Ristepølse, uma tipo de cachorro-quente dinamarquês. Ele é vendido em vários carrinhos espalhados pela cidade, mas o John’s Hotdog Deli é um dos mais famosos.

Além disso, não deixe de provar o Smørrebrod que é clássico da cozinha local e um dos pratos típicos da culinária dinamarquesa. Nós fomos no Restaurante Kronborg que tem ótimas opções para provar.

Ao final da tarde, recomendamos ir a uma doceria local para provar um bolo dinamarques ou o famoso pãozinho com canela acompanhado de um chá ou café. Se você gosta de cervejas, as bebidas locais não vão decepcionar. 

Para provar essas dicas que falamos e muitos outros pratos locais, recomendamos que faça a excursão pelas delícias escandinavas com um guia que vai te levar aos melhores locais. 

Copenhagen  Card

Comprar o cartão turístico da cidade é uma das principais dicas que damos em viagens mundo afora. Isso porque esses cartões geralmente têm muitas vantagens e te permite passear e conhecer muita coisa com preços reduzidos. 

O Copenhagen Card, por exemplo, é um cartão que te dá acesso gratuito ou desconto em mais de 80 museus e atrações pela cidade. Isso quer dizer que você vai poder entrar em vários pontos turísticos pagando apenas uma taxa.

Você pode comprar o cartão de 24h, 48h, 72h, 96h e 120h de acordo com a quantidade de dias que você tiver na cidade. Ainda vai ter direito a usar gratuitamente e de forma ilimitada os transportes públicos, incluindo ônibus, trens e metrô.

Portanto, faça a reserva do seu Copenhagen Card e desfrute de uma viagem perfeita. Abaixo vamos dar dicas de onde você poderá usar o cartão quando for visitar e entrar nas atrações.

O que fazer em Copenhague , Dinamarca

Copenhague  é uma cidade muito bonita, mas bem fria no inverno. Antes de mais nada, já aviso que se você for visitar as capitais dos países nórdicos, não faça a besteira de visitar na época de natal e ano novo. Isso porque praticamente tudo fecha, tudo mesmo, e você assim como nós, não vai conseguir ir a muitos lugares.

Quando fomos parecia que tinham evacuado as cidades, principalmente quando estávamos em Gotemburgo durante o natal. Então a dica é para você ir durante o verão, quando as temperaturas são mais amenas e os dias são mais longos.

Stroget

É um bulevar que se estende por boa parte do centro de Copenhague. É lá que ficam diversas lojas, bares e restaurantes para você fazer compras e refeições típicas. Visite a loja da Lego, que é uma marca de brinquedos dinamarquesa ou comer e beber em algum de seus pubs. 

Além disso, aproveite para experimentar o Gløgg, um drink dinamarquês à base de vinho quente, amêndoas e canela. Muito bom para esquentar, principalmente se você viajar num mês mais frio.

Nyhavn

É uma região próxima ao porto e aos canais de Copenhague , formada por diversas casas coloridas. Essa região tem o estilo muito parecido com as casas de Amsterdã e por isso chamam muita atenção dos turistas que vão até lá.

Você provavelmente já deve ter visto alguma foto desta região, ainda mais porque lá tem muitos restaurantes que colocam as mesas a céu aberto na beira do rio. É de lá também que saem os passeios de barco pelos canais de Copenhague , uma das principais coisas que devem ter na sua lista com o que fazer em Copenhague.

Christiania

Christiania é uma região de Copenhague  que funciona como uma sociedade alternativa. Foi fundada em 1971 por alguns moradores do bairro de Christianhaven que desde então, vivem suas próprias regras, como se não pertencessem a Copenhague .

O governo aceita normalmente e a Christiania é um dos lugares que mais atrai turistas em Copenhague. A cidade é tão liberal que até o comércio de drogas é permitido lá dentro, mas fotos são proibidas, portanto tome cuidado.

Palácios Amalienborg

Palacio-de-Amalienborg
Palácio Amalienborg e os guardas

Este é um conjunto de quatro palácios que foram construídos em 1750 e serviam originalmente como casa para a nobreza. Isso aconteceu até 1794 quando após um incêndio em Christiansborg, a família real assumiu posse. 

Atualmente é a residência de inverno da família real dinamarquesa, mas alguns dos cômodos estão abertos à visitação. Todos os dias ao meio dia é possível ver a troca de guardas, portanto não deixe de ir lá.

O percurso dos guardas começa às 11h31 e faz a seguinte rota: Rosenborggade, Kobmagergade, Østergade, Kongens Nytorv, Bredgade, Sct. Annae Plads, Amaliegade e Amalienborg.

  • Endereço: Amalienborg Slotsplads 5.
  • Horário: Os horários de visitação mudam durante o ano, portanto recomendamos que veja no site oficial.
  • Ingresso: 125 DKK – A entrada é gratuita com o Copenhagen Card.

Castelo Rosenborg

Palacio-de-Rosenborg
Castelo de Rosenborg

O Rei Christian IV, que era um jovem rico e ambicioso, decidiu dar uma nova cara para o castelo de Copenhague. Foi aí que em 1606 ele comprou 40 lotes fora dos muros de Nørrevold e ordenou a construção de um parque.

O castelo era usado apenas como um palácio de verão, porém nos 28 anos seguintes passou por quatro fases de desenvolvimento, chegando no palácio que conhecemos hoje. Em seguida o palácio foi usado como residência real até 1710 quando Frederik IV, bisneto de Christian IV, resolveu usar o palácio apenas para guardar as jóias da coroa.

O palácio está aberto à visitação e fica em meio a um jardim. Nele você poderá ver as joias da realeza, os cômodos do palácio como a sala de inverno e a sala de escrita de Christian IV, por exemplo. 

  • Endereço: Øster Voldgade 4A.
  • Horário: Os horários de visitação são bem variados, portanto recomendamos que veja no site oficial.
  • Ingresso: 120 DKK – A entrada é gratuita com o Copenhagen Card.

Palácio de Christiansborg

Palacio-de-Christianborg-o-que-fazer-em-copenhague
Palácio Christianborg

É lá que funciona o parlamento dinamarquês, assim como o gabinete do primeiro ministro e o supremo tribunal. Dessa forma, este é o único lugar do mundo que tem os três poderes no mesmo espaço.

Além disso, a rainha recebe seus convidados na sala do trono e de sua sacada que é proclamado o novo chefe de governo. No grande salão acontecem os jantares de gala da rainha e sua biblioteca é composta por 3 km de prateleiras.

Durante a visita ao palácio, você também poderá ir ao grande salão, aos estábulos reais, à cozinha real, à capela do palácio de Christiansborg e às ruínas, por exemplo. A entrada para o parlamento, capela e museu é gratuita, mas paga-se para entrar nos outros cômodos e os valores variam.

  • Endereço:  Prins Jørgens Gård 5.
  • Horário: Aberto entre junho e agosto de terça a domingo das 10h às 17h e entre setembro de maio até às 16h.
  • Ingresso: 160 DKK o ingresso combinado para tudo – A entrada é gratuita com o Copenhagen  Card.

Tivoli Gardens

Um dos parques de diversão mais famosos e antigos do mundo além de ser um dos principais atrativos da Copenhague. Este é o segundo parque de diversões mais antigo do mundo, ficando atrás do Parque Prater em Viena.

O parque é bem legal e tem brinquedos bem antigos e modernos ao mesmo tempo. Além do parque de diversões, a área possui um amplo jardim e restaurantes e durante o Halloween, Natal e Ano Novo, o local ganha uma decoração.

  • Endereço:  Vesterbrogade 3.
  • Horário: Aberto entre outubro e janeiro nas sextas e sábados das 11h às 23h e de domingo à quinta das 11h às 22h. Entre maio e setembro nas sextas e sábados das 11h às 24h e de domingo à quinta das 11h às 22h.
  • Ingresso do Jardim: 135 DKK – Compre com antecedência e escape das filas ou entre de graça com o Copenhagen Card.
  • Ingresso dos Brinquedos: 235 DKK – Cartão tem uso ilimitado das atrações

Carlsberg Breweries 

Em Copenhague é possível fazer uma visita à fábrica de uma das cervejas mais famosas do mundo, a Carlsberg. Existe um shuttle bus que leva até a fábrica saindo do Royal Hotel na Vesterbrogade 6. 

É lá que está a maior coleção de garrafas de cerveja fechadas do mundo, porque em 1968, Leif Sonne começou a colecionar garrafas de cerveja do mundo inteiro. Em 1990, esse número atingiu a casa das 10.000 garrafas, entrando para o Guinness Book, o livro dos recordes. 

Contudo, em 1993 ele resolveu transferir a coleção para a fábrica da Carlsberg que fica aberta à exposição. Na última contagem, que aconteceu em 2006, esse número chegava a mais de 16.380.

  • Endereço:  Gamle Carlsberg Vej 11.
  • Horário: Fechado temporariamente para renovação.

A torre redonda Rundetaarn

Rundetaarn-Torre-Redonda
Torre Redonda de Copenhague

É o mais antigo observatório astronômico da Europa e foi a primeira parte do complexo Trinitatis que inclui uma igreja, biblioteca e o observatório. Ele foi construído entre os anos 1637 e 1642, com rampas em espiral que sobem até o topo de onde é possível ter uma visão ampla de Copenhague. 

  • Endereço: Købmagergade 52A.
  • Horário: Aberto entre abril e setembro todos os dias das 10h às 20h e entre outubro e março na terça e quarta das 10h às 21h e de quinta a segunda das 10h às 21h.
  • Ingresso: 40 DKK – A entrada é gratuita com o Copenhagen Card.

O que fazer em Copenhague de graça

Uma das dicas que queremos deixar para quem está buscando o que fazer em Copenhague são os free walking tours. Com eles, você poderá fazer um passeio com guia e não vai precisar pagar nada por isso. 

Em Copenhague há 3 opções de passeios gratuitos oferecidos pela Civitatis, nosso parceiro aqui no blog.

Free tour por Copenhague: Este é o passeio mais básico que passa pelas principais atrações do centro histórico da cidade. Você vai passar por locais como o palácio de Christiansborg, o Amalienborg e o Nyhavn, por exemplo.

Free tour renascentista: Durante este passeio, o guia vai te falar vários fatos e histórias sobre a realeza da Dinamarca. Algumas atrações são o palácio de Rosenborg e a Catedral de Copenhague, por exemplo.

Free tour por Christianshavn: Para aproveitar um bom passeio pelo bairro alternativo de Copenhague, este tour passa pelas ruas onde a vida é diferente na cidade. 

Passeios em Copenhague 

Agora que você já sabe o que fazer em Copenhague , é hora de reservar os seus passeios, excursões e ingressos. Com tudo feito com antecedência, você não vai ter preocupações durante a viagem e ficará livre para curtir os passeios.

Leia também

Inscreva-se
Notifique-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Estamos viajando pelo mundo desde 2015 e mostrando tudo para vocês aqui no Viaje Leve. Quer conhecer o mundo de uma forma diferente? Vem com a gente que te mostramos!

Sobre o Blog

Brasil

ViajeLeve.net © 2015 – 2023. Todos os direitos reservados.

Nós utilizamos Cookies para melhorar sua navegação pelo blog. Ok, tudo bem O que é Cookie?

0
Vamos conversar? Deixe seu comentário!x